Programa Resenha Esportiva na Meio Norte FM de Camocim - 14/02/2021

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

ATLETAS CAMOCINENSES DE MOUNTAIN BIKE MAIS UMA VEZ SÃO DESTAQUE NO RALLY PIOCERÁ


Assim como foi no ano passado os nossos atletas foram mais uma vez destaque da tradicional prova do off-road nacional com sua 34ª edição e a 20º com a categoria de mountain bike, a competição foi realizada nos dias 27, 28, 29 e 30 de janeiro. 
O diferencial da prova nessa ano foi o fato de a competição ser disputada em meio a pandemia do corona vírus, porém todos os dias de competição havia testagem e com um protocolo bastante rígido para se evitar a contaminação dos atletas participantes.
A primeira etapa da prova de bikes do Rally Piocerá começou no Parque Nacional de Sete Cidades, em Piripiri (PI). Foram 108 km duros, se desenrolando num ritmo forte. As trilhas deste etapa inicial que marca os 20 anos da prova de bikes no Piocerá/ Cerapió foram marcadas por estradinhas de piçarra, trilhas de piso natural, alguns trechos técnicos, mas todos pedaláveis. O nosso atleta Faguim terminou a disputa em 4º lugar na sua categoria, Master A1.
A segunda etapa da prova de bikes do Rally Piocerá 2021 foi marcada por altimetria acentuada, com mais 1.700 metros de elevação. Mesmo assim, os atletas conseguiram completar com maestria o circuito Urubu Eco Parque, em Guaraciaba do Norte (CE). Mais uma vez Faguim terminou bem a prova ficando em 5º na sua categoria e no acumulado de toda a competição até aquele momento era em 5º lugar.
A terceira etapa da prova de bikes do Rally Piocerá 2021 desbravou uma região de caatinga, entre as cidades de Santa Quitéria (CE) e Canindé (CE). Ao todo foram 1.550 metros de altimetria acumulada. Faguim terminou em 5º na etapa e em 5º no acumulado geral.

A quarta etapa trás o relato do próprio Faguim: Quarto dia de Rally e última etapa de 2021, essa etapa me trouxe muito aprendizado. Largamos em Guaramiranga-CE em direção a Maranguape-CE, foram 83 km e 2.200 de altimetria acumulada, estava indo tudo bem saímos no pelotão perseguindo a Elite muita descida técnica e subida mais ainda, estávamos administrando tudo direitinho, o corpo já não era mais o mesmo da primeira etapa mas estava adaptado e pronto, a bike não apresentava problema algum até que aproximando os 40 km de prova em uma descida com bastante pedra o pneu da bike teve um rasgo e secou rapidamente fugindo todo líquido que havia dentro, eu estava em 3⁰ colocado na etapa, parei a bike tirei a roda e aguardei o socorro de um câmara de ar, até que um ciclista passou e jogou uma câmara de ar me deixando muito alegre, enquanto isso ia perdendo posições, mas tudo bem consegui colocar a câmara com a ajuda de um amigo e saindo logo após buscando recuperação em aproximadamente 400m do local onde estava, um novo furo no mesmo pneu me fez parar novamente, me obrigando a colocar uma nova câmara de ar, e eu já gostaria de citar e deixar o meu abraço ao Anailton Lustoza Brandao por ter parado as duas vezes e me ajudar na troca da câmara de ar. Consertamos o defeito e mais uma vez saímos na recuperação, sem êxito, mas concluímos o rally, sem machucado, sem prejuízo no equipamento. Finalizamos em 7º na etapa e no Geral, isso faz parte do "jogo" e me conforto em saber que não foi por falta de preparo físico ou outra situação relacionada ao meu corpo. Falta de sorte? Não sei! Não acredito nisso! Mas um aprendizado grande deixou na minha vida. Próximo ano estaremos novamente nesse show, agradeço a todos pela torcida e vamos na evolução! 

Além do Faguim que ficou em 7º no geral na categoria Master A1, Anailton ficou em 9º no geral na categoria Master B1 e Bernardino ficou em 8º no geral na categoria Master B2. Os nossos atletas representaram muito bem mais uma vez a nossa cidade numa competição de alto nível internacional ficando entre os 10 primeiros, lembrando que o nível sempre aumenta com etapas mais duras, parabéns rapaziada mais uma vez fazendo história no esporte camocinense.

Por Helton Rocha.
Foto: Equipe Gilberto Silva Team

Nenhum comentário:

Postar um comentário