domingo, 26 de julho de 2020

FORTALEZA E CEARÁ VENCEM E SE ENFRENTAM NA SEMIFINAL DA COPA DO NORDESTE


FORTALEZA

O andamento do jogo foi, até certo ponto, uma surpresa. O Fortaleza, que escreve uma boa temporada, viu o Sport fazer a melhor partida desde a retomada do calendário. Com grande aplicação tática, o Rubro-negro chegou a anular a velocidade ofensiva do rival e criou boas chances. No entanto, faltou efetividade, e o confronto no Barradão, em Salvador, terminou em 0 a 0 no tempo normal. Na cobrança de pênaltis, o Tricolor do Pici foi muito mais efetivo, converteu as quatro primeiras cobranças e viu o Leão da Ilha perder as duas primeiras, com Leandro Barcia Patric. Agora, a equipe de Rogério Ceni faz a semifinal da Copa do Nordeste diante do grande rival Ceará, nesta terça-feira, às 21h30, em estádio a ser definido.
Primeiro tempo

A primeira etapa expôs um grande contraste na proposta de jogo dos times. O Fortaleza seguiu fiel às suas características. Trabalhou o toque de bola desde o goleiro Felipe Alves e, sem pressa, tentou manter o controle do confronto. Aos 28 minutos, o Tricolor do Pici teve a melhor chance, mas viu o chute de Romarinho passar muito perto da trave.
O Sport, por outro lado, esperou o rival fechado e saiu rápido nos contra-ataques. Com esse cenário, o Rubro-negro teria sido mais efetivo se tivesse um ataque mais inspirado. Afinal, Hernane Brocador desperdiçou as duas melhores oportunidades ao atrasar o passe e deixar o companheiro impedido e, na seguinte, resolveu driblar e se atrapalhou com a bola.

Segundo tempo

O Sport voltou para o segundo tempo mais incisivo e criou três boas chances seguidas. Na primeira, Hernane Brocador quase marca do meio-campo ao tentar encobrir o goleiro Felipe Alves, que estava adiantado e se recuperou com a defesa. Na sequência, o Leão da Ilha seguiu melhor, mas o Fortaleza assustou com dois chutes de Romarinho e Felipe. No fim, a falta de pontaria impediu a mexida no placar e a classificação foi decidida nos pênaltis.

CEARÁ

Se tem um time que pode ser chamado de algoz de outro, esse é o Ceará com o Vitória. Depois de eliminar o Rubro-Negro em 2013, 2014 e 2015 na Copa do Nordeste, o Vozão voltou a aprontar. Neste sábado, com gol do carrasco rubro-negro Vinícius, o Ceará venceu por 1 a 0, no estádio de Pituaçu, e carimbou a vaga na semifinal do torneio regional.

Primeiro tempo

É clichê, mas futebol realmente não tem justiça. No jogo deste sábado, o Ceará até que começou melhor, mas o Vitória tomou das rédeas do jogo e controlou boa parte do primeiro tempo. Quase todo, na verdade. Mas, também é verdade, sem grandes oportunidades. O vacilo veio aos 44 minutos. Vinícius, o Vina, finalizou dentro da área, e a bola bateu na mão de Carleto. Pênalti marcado e convertido pelo próprio Vina.

Segundo tempo

A inferioridade no placar fez o Vitória se lançar ao ataque para buscar o empate. A postura ofensiva surtiu efeito aos 15 minutos, quando Caicedo foi derrubado por Luiz Otávio na entrada da área. Falta que resultou na expulsão do zagueiro. A partir daí, foi um jogo de ataque contra defesa. Pressão do Vitória de um lado, chutão do Ceará do outro. Foi assim até quase os minutos finais, sem grandes chances em campo e com a vaga confirmada para o Ceará.

Por Helton Rocha.
Com informações do GE.
Foto: Internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário