segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

FAVELA SOFRE MAS VENCE O RIO NEGRO EM JOGO DE CONFUSÕES

Pela terceira rodada do Camocinese de Futebol nesse sábado (01) mediram forças no Estádio Municipal Fernando Trévia as equipes do Rio Negro e Favela. Parecia que seria um jogo fácil para o Favela pois logo aos 6 minutos de jogo, numa bela jogada do Luan para o Kelton abrir o placar do jogo, depois desse gol a partida ficou muito equilibrada e disputada com o jogo truncado, mais as melhores chance do primeiro tempo foi do Rio Negro, o time teve condições de virar o jogo porém seus atacantes pecaram na finalização.
No segundo tempo o Rio Negro foi muito superior ao Favela com muitas oportunidades desperdiçadas pelo time, ao 23 minutos de jogo a equipe do Rio Negro teve um pênalti marcado ao seu favor, quem correu para bater e correr para o abraço foi o capitão da equipe Manin fazendo valer a lei do ex, o jogo em si foi muito tumultuado com alguns erros de arbitragem e alguns atletas do Rio Negro fazendo reclamação do arbitro da partida por intimidação, jogo pegado e numa cobrança de escanteio e num erro do goleiro do Rio Negro a equipe do Favela faz o seu segundo gol com o atleta Leandro dando assim números finas a partida, analisando o jogo no geral as melhores chances do jogo foram do Rio Negro que poderia ter saído com o placar bem elástico já que o Favela não estava num dia inspirado, jogando muito mal.

Da Redação: A baixa da partida foi a atitude antidesportista do atleta Breno do Rio Negro, depois do apito final o mesmo correu em direção ao arbitro com intuito de agredi-lo, o mesmo foi contido pelos colegas, atitude lamentável que não condiz com  um atleta que luta por dias melhores no esporte camocinense, falta de respeito com  todos aqueles que fazem o futebol camocinense e que vão ao estádio prestigiar o nosso futebol, lamentável!

Por Helton Rocha.
Foto/Arte: HR Desing.

Nenhum comentário:

Postar um comentário